Cidade Maravilhosa – RJ

Rio de Janeiro, que será a sede dos próximos Jogos Olímpicos,  contabiliza números assustadores de atos violentos.

Em 2016:

26.339 carros roubados, 80.061 assaltos, 56 PMs mortos e 2.083 homicidios.

Em um final de semana de 48 horas:

27 mortos, 20 feridos, 7 arrastões, 973 furtos, 1.376 roubos, 19 tiroteios.

*

Velório e enterro do jovem Jhonata Mattos Alves, 16 anos, morto pela polícia com um tiro de fuzil na cabeça voltando da casa da tia no Morro do Borel, zona norte da cidade, no dia primeiro de julho.

EMI_1851A polícia alega que ele trocou tiros, mas não foi apresentada encontrada nenhuma arma. Segundo a tia, ele se rendeu, levantou as mãos e foi executado.

EMI_1865EMI_1938

EMI_2041EMI_2036EMI_2233

EMI_2155

*

Moradores da Vila Cruzeiro, zona norte, observam o movimento da entrada da favela que foi invadida por policias militares e BOPE. No confronto, pelo menos três pessoas foram atingidas, sendo uma um PM e outra um suporto bandido que foi morto.

EMI_2334EMI_2316

Policial baleado em confronto na Vila Cruzeiro, zona norte, deixa o Hospital Estadual Getúlio Vargas depois de ser atendido. Ele foi atingido no pé e no braço e recebeu alta algumas horas depois de ter dado entrada. Após ser fotografado ele ameaçou o fotógrafo.

EMI_0239

EMI_0326

Cassiano Santos Vargas, 28, da entrada no Hospital Estadual Getúlio Vargas depois de ser atingido com um tiro na barriga em confronto com a polícia na Vila Cruzeiro, zona norte. Ele entrou já sem vida no hospital. O confronto deixou um morto e pelo menos dois feridos.

EMI_0290

EMI_2370

 

*

Wellerson Felipe Rocha, 18, foi atingido por um tiro de fuzil na perna direita enquanto conversava com amigos em uma praça durante uma festa. Ele foi atendido no Hospital Municipal Salgado Filho, no Meier, zona norte do Rio de Janeiro.

EMI_2413EMI_2423

EMI_2437

Anúncios